Coordenadora Pedagógica

Coordenadora Pedagógica
Coordenadora Pedagógica Maísa

domingo, 17 de maio de 2015

SEQUENCIA DIDÁTICA DA PARLENDA: A GALINHA DO VIZINHO

Segundo Zabala, deve-se pensar a sequência didática como um conjunto de atividades ordenadas, estruturadas e articuladas para atingir objetivos conceituais, procedimentais e atitudinais previamente estabelecidos e planejados. Ao elaborar uma sequência didática é essencial que considere os conhecimentos prévios dos alunos além de considerar o processo de construção dos conhecimentos, procedimentos e atitudes, sendo o professor o facilitador deste desenvolvimento global do sujeito.

De acordo com o autor, para se compreender o valor educacional de uma sequência didática e as razões que a justificam, é necessário identificar suas fases, as atividades que a conformam e as relações que se estabelecem. À partir de então, pode-se introduzir mudanças ou atividades novas que a melhorem, tendo em vista as reais necessidades dos alunos. Quer ver a sequencia didática e as atividades da parlenda: A galinha do vizinho? 

sexta-feira, 1 de maio de 2015

QUEM MORA NA CASINHA?

 A televisão e o vídeo, tecnologias encontradas em quase todos os lares brasileiros, têm sua extrema importância nos recursos educativos, e a grande aceitação das pessoas, em especial das crianças e estudantes. O vídeo faz parte das escolas nos dias de hoje, sendo já incluso como recurso didático e auxilio na aprendizagem. As tecnologias na educação estão diante das diferentes formas de ensinar e comunicar, onde os professores utilizam material de apoio para inserção dos meios de comunicação em sala de aula, e o vídeo é um aliado para tornar as tarefas mais simples e agradáveis. Sendo assim, os meios tecnológicos de comunicação, em especial a televisão e o vídeo, podem ser usados como recurso para educar, interagir e contribuir para o aprendizado e o conhecimento de nossas crianças, num mundo de tantas transformações.
O vídeo pode servir para introduzir um novo assunto, para despertar a curiosidade, a motivação para novos temas, facilitar o desejo de pesquisa nos alunos e do conteúdo didático. Ele pode ser um grande diferencial no processo de informação, e se usado de forma coerente, poderá ser aproveitado todo o seu potencial educativo.
Escolhi o vídeo da música: QUEM MORA NA CASINHA com música de Francis Monteiro, desenhos de Paulo Zola  e voz de Alciony Menegaaz. Pesquisei umas e montei outras atividades e sequencia com esse vídeo.