Coordenadora Pedagógica

Coordenadora Pedagógica
Coordenadora Pedagógica Maísa

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

SONHOS DE NATAL


Pelo que você representa para o Blog, quero agradecer  a sua parceria na busca da qualidade na sua área de atuação ao longo deste ano, quero dedicar  a você os melhores votos  de um Natal  cheio  de paz, que nós possamos continuar  na emoção de trocar conhecimentos, de desejar felicidades, de reconciliar sentimentos, de encurtar distâncias através das palavras que juntas formam mensagens que agora dedico a você.
Desejo que neste Natal, a luz que guia o mundo possa também clarear seus sonhos. Feliz Natal! Que os Anjos acampem ao seu redor para sempre te proteger, amparar  nessa longa caminhada da vida., para que o caminho seja repleto de flores e frutos.
Estou feliz com o trabalho, pois a cada dia faço novos amigos que gostam da idéia, a cada dia aprecem mais pessoas encantadoras como você.
A cada ciclo a vida  se renova dando início a uma nova fase. Que o ANO NOVO venha repleto de saúde, amor, paz para você e sua família.
Para concluir os trabalhos estou postando o livro SONHOS DE NATAL e as ATIVIDADES.
 Livro: Sonhos de Natal
Autora: Patrícia Engel Secco
Gênero Literário: Infanto Juvenil
Seção Infantil: 4 à 8 anos

O livro Sonho de Natal conta a história do ratinho Felício que decide celebrar a noite de Natal como um bom papai Noel, distribuindo presentes muito especiais aos seus amigos. A história mostra-nos a importância os valores e dos sentimentos que temos em nosso coração.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

POEMAS NA APRENDIZAGEM DA LEITURA E ESCRITA

Reconhecer a importância da leitura na educação  infantil e incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância  a alfabetização com texto é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa.
Professor, sua missão: ler e inspirar, para cuidar do presente e do futuro da criança, por isso ela depende de um importante personagem: você.
Por isso, leia para uma criança e incentive outro adulto a fazer o mesmo.
Ler para uma criança contribui para sua educação e bem-estar. Esse é o papel e a responsabilidade de todos nós. Acredite.
Ler para uma criança é um ato capaz de provocar efeitos muito positivos no seu desenvolvimento, e quanto mais pessoas toparem essa aventura, mais feliz
será o final dessa grande história.

Não é nenhum problema dar início a alfabetização formal ainda na educação infantil, basta que este processo seja privilegiado através do lúdico e de atividades coerentes a cada faixa etária.
Atividades mimeografadas ou xerocadas para pintar ou colar sem nenhuma outra finalidade, trabalhar letras soltas e desconexas, com a intenção de ler só por ler, contribuem pouco ou nada para este processo.
 A criança nesta fase, ainda é um ser inseguro e delicado e seu mundo é egocêntrico e fantasioso. As particularidades desse desenvolvimento devem ser respeitadas e não devemos querer que este aprendizado aconteça antes que ele realmente seja possível. Isso, não significa que a criança não deva ter contato com o mundo da escrita e da leitura, até pelo contrário, deve-se propiciar a criança o maior acesso possível a livros, revistas e jornais, possibilitando o manuseio destes diferentes tipos de materiais. Quer ver as atividades? Então clique Poema Vinicius, A foca e Desfiles dos Animais.

domingo, 23 de setembro de 2012

¡HOLA, AMIGOS!

A partir de músicas, jogos e outras atividades lúdicas as crianças podem familiarizar-se, de forma natural, com a língua espanhola.
Querendo ver essas atividades é só clicar aqui
.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

CANTE, ENCANTE E APRENDA.


A música pode ser utilizada com ferramenta de ensino / aprendizagem, uma vez que além de equilibrar as emoções, ativa a memória.
 No trabalho com crianças, o professor pode de forma lúdica, utilizar-se das cantigas populares, uma vez que estas se constituem em expressões linguísticas culturais. Para as crianças que estão em processo de alfabetização, as cantigas populares, auxiliam na aquisição da linguagem oral, ao mesmo tempo em que estas abrem diversas possibilidades de expressão oral, contribuindo para a intercomunicação.
 “As canções de ninar tradicionais, os brinquedos cantados e rítmicos, as rodas e cirandas, os jogos com movimentos, as brincadeiras com palmas e gestos sonoros corporais, assim como outras produções do acervo cultural infantil, podem estar presentes e devem se constituir em conteúdos de trabalho”.
 (Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil: Conhecimento de Mundo. Brasília, MEC/ SEF, 1998).
Atividades como estas(clique pra ver) desenvolvem a musicalidade e possibilita a livre expressão das crianças, além de ampliar o vocabulário e estimular a criatividade, a leitura e escrita.

sábado, 1 de setembro de 2012


 

No Rodar da Roda
 
Quem deseja ser do céu
Não vacila frente ao mar
Pula o cerco
Visa o cais

Corre em busca do mais
Não se cansa
Não retrai
Não no instante em que cai

Quem precisa ter nas mãos
O direito de escolher
Sente o vento

Livra o olhar
Deixa o amor derivar
Não balança
Não se trai

Segue a trilha que vai (...)”.
Mário Gil – (Luz do Cais)


Existe tarefa mais importante realizada pela escola do que esta de ensinar a ler e a escrever?
Os textos que os alunos sabem de memória são materiais riquíssimos para se trabalhar na alfabetização. Eles devem ser utilizados em situações didáticas em que os estudantes são desafiados a ler e a escrever por si próprios. Como já sabem o texto de cor, não precisam se preocupar com o conteúdo. Assim, podem focar sua reflexão apenas no como ler, ajustando o que fala com o que está escrito, e no como escrever, pensando em quais letras usar e em qual ordem. Na Educação Infantil e nas séries iniciais, as parlendas e as cantigas de roda são amplamente utilizadas nessas atividades.
Montei algumas atividades com as canções, A Linda Rosa Juvenil e o Cravo Brigou com a Rosa e também um passo a passo. Querendo conferir é só dar uma espiadinha.

sábado, 11 de agosto de 2012

A BELA BORBOLETA

AUTORES: ZIRALDO E ZÉLIO ALVES PINTO
ILUSTRADORES: ZIRALDO E ZÉLIO ALVES PINTO
EDITORA: MELHORAMENTOS LIVRARIAS
ANO: 2007
COLEÇÃO: MUNDO COLORIDO

A BELA BORBOLETA é um livro encantador que ensina a criança a importância de ler de forma sutil e marcante.Uma linda borboleta está presa em um livro e o gato de botas, convocou os personagens de outras histórias para um salvamento muito importante.
Armaram – se de pinças e tesouras, prontos para libertá-la. Entretanto, a borboleta não quis sair de onde estava. Por quê?  Essa história simples esconde uma surpresa maravilhosa.
O livro incentiva a importância da leitura pelo lado lúdico. A borboleta só se salva quando os personagens começam a ler outras histórias. É dessa forma, abrindo e fechando livros, que a borboleta adquire forças para bater suas asas e tornar o mundo mais bonito.
Crianças abram os livros e salvem a “BELA BORBOLETA”.
Generosamente, disponibilizo o livro, os dados da aula e as atividades que criei do livro.
Só não esqueçam de fazer comentários e dar sugestões para que possamos melhorar cada vez mais as atividades no meu blog

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

QUERIDAS COLEGAS, VAMOS A HABLAR EN ESPAÑOL?
            Estou postando algumas atividades em espanhol espero que gostem.
As crianças das séries iniciais têm muita facilidade para aprender de tudo, pois não oferecem resistência. Estão sempre prontas para receber o novo. O processo de aquisição da língua estrangeira é semelhante ao processo de aquisição da língua materna: ouvir - compreender - apropriar-se do significado - reproduzir.
O processo é lento, mas para que seja agradável e divertido, é preciso que seja de forma gradual, com atividades apropriadas de acordo com a faixa etária, para estimular a curiosidade, a contextualização e interação entre elas.
É fundamental o uso da teoria das inteligências múltiplas, valorizando as diversas formas de pensamento, os estágios de desenvolvimento das várias inteligências e à relação existente entre estes estágios.
Objetivo do ensino da Língua Estrangeira na Educação Infantil e nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental pode ser:
·         Proporcionar à criança a aquisição de um vocabulário básico, articulado às estruturas essenciais da Língua Estrangeira, a partir de palavras relacionadas à sua realidade imediata;
·         Promover a cultura geral do aluno através do convívio com outra língua;
·         Capacitar o aluno a desenvolver suas aptidões; Despertar a curiosidade, como um fator de motivação;
·         Desenvolver a capacidade de concentração;
·         Desenvolver capacidade de ouvir (e falar) a língua estrangeira;
·         Desenvolver e aprimorar o gosto pela língua estrangeira.

Se quiser ver as atividades , já sabe, é so clicar aqui

domingo, 29 de julho de 2012

O PÁSSARO SEM COR

Autor: Luís Norberto Pascoal Ilustrador: Pierre Trabbold
Fundação: Educar D Paschoal
Ano: 2005

O livro O PÁSSARO SEM COR é um instrumento didático muito interessante para nós, educadores, trabalharmos em sala de aula temas como: ética, cidadania, respeito ao próximo, amizade, motivação e meio ambiente. Estes assuntos precisam ser discutidos na escola em todas as séries escolares.
Você já imaginou um pássaro sem cor? Pois essa é a história do nosso amiguinho, O Pássaro sem cor, mas não é uma história triste... É uma verdadeira lição de solidariedade e cidadania.
Era uma vez um pássaro que não tinha cor então todos o chamava de pássaro sem cor. Ele conheceu um pássaro velho e sábio, que respondia perguntas difíceis, então o Pássaro sem Cor perguntou por que todos tinham cor e ele não. O velho pássaro sábio respondeu que ele não tinha cor porque ele precisava descobrir a sua magia ajudando os outros e assim iria descobrir suas cores.
Então, ele seguiu seu caminho e ajudou um menino que estava afogando e ele ficou vermelho, ajudou a árvore pegando fogo e ficou verde, ajudou a flor que estava sendo comida por bichinhos e ele ficou amarelo, ajudou o golfinho e ficou rosa e ajudou o mar e ficou azul e misturou todas as cores. Virou o pássaro mais lindo, jovem e respeitado da floresta.
A história mostra que, acreditando em nós mesmos, em nossa força e em nossa capacidade de ir além podemos fazer a diferença; relato de otimismo e coragem, que faz o aluno perceber que, através de suas escolhas, de sua percepção de mundo, pode determinar a realidade em que vive.  Assim, se vê um pássaro colorido naquele em que antes se via um pássaro sem cor.
Frases:
"A magica da vida é esta: aquele que quer e sabe fazer o bem, que tem desejo de ajudar os outros, sempre será o mais querido."

 "Os pássaros coloridos são aqueles que buscam ajudar as pessoas próximas. A cada contribuição, eles se tornam mais lindos e respeitados por seus grandes exemplos de sabedoria e sua capacidade de pensar no próximo”.
Aprender a ser cidadão é, entre outras coisas, aprender a agir com respeito, solidariedade, responsabilidade, justiça; aprender a usar o diálogo nas mais diferentes situações e comprometer-se com o que acontece na vida coletiva da comunidade e do país. “Esses valores e essas atitudes precisam ser aprendidos e desenvolvidos pelos estudantes  e, portanto, podem e devem ser ensinados na escola.”
Quer conhecer o livro e as atividades sobre ele?

segunda-feira, 16 de julho de 2012

BOM DIA, TODAS AS CORES!

Autor: RUTH ROCHA
Ilustrador:  ALBERTO LLINARES
Coleção: HORA DOS SONHOS

Certo dia, na floresta, Camaleão acordou feliz. Mudou sua cor para cor-de-rosa, que ele achava a mais bonita de todas, e foi passear.  Durante o passeio, Camaleão foi encontrando seus amigos e cada um sugeria uma cor diferente para ele usar. Camaleão concordava e mudava sua cor, mas acabou ficando muito cansado. Ele percebeu que na, verdade, é impossível agradar a todos durante todo o tempo. E no dia seguinte, só usou cor-de-rosa.
Após a leitura do livro, fazer os seguintes questionamentos junto às crianças:
Qual o título do livro?
Por que o livro chama bom dia todas as cores?
Para quais cores mudou o camaleão?
O que levou o camaleão a tantas mudanças de cores?
Você conhece alguém que se parece com o camelão da nossa estória, isto é, que muda de opinião quando alguém fala alguma coisa?
Qual foi a cor preferida do camaleão?
O que podemos relacionar da nossa vida com a cor - de - rosa?
Onde encontramos o rosa na natureza?
Qual é a sua cor preferida?
O que existe na natureza e na sua vida relacionado com a sua cor preferida?
Que outras cores podemos lembrar que não aparecem na estória?
Onde acontece a história ou o fato narrado? Que pistas se têm para poder identificar o espaço? (Identificar com os alunos o cenário da floresta por meio de pistas textuais: flores, folha cheia de orvalho, Teatro Florestal, etc.)
Tempo: Quando acontece a história do Camaleão? (Identificar com os alunos que o Camaleão saiu de casa de manhã e voltou “Quando o sol começou a se pôr no horizonte”, mas que no dia seguinte saiu novamente...).
Personagem: Quem participou da história? Quem o Camaleão encontrou? (Identificar todos os personagens: pernilongo, sapo, sabiá, louva-a-deus...)
conselhos recebidos pelo camaleão, como ele reagiu, mudança de postura etc.)
Fazer com os alunos uma seleção de palavra que expressem o tema central da estória.(IDENTIDADE, PERSONALIDADE, GOSTO, PREFERENCIA, AGRADAR, COMPORTAMENTO, VALORIZAÇÃO PESSOAL)
Querendo ver o livro e as atividades é “só espiar ”!

sábado, 14 de julho de 2012

A PRIMAVERA DA LAGARTA


AUTORA: RUTH ROCHA
ILUSTRADOR: JORGE KATO
COLEÇÃO: AMARELINHA
ANO: 1979
A leitura é um ato que de tal modo faz parte de nosso dia-a-dia que acabamos acreditando ser algo "natural", "sempre igual" e que não necessitaria de qualquer problematização ou reflexão. Mas quando trabalhamos de forma lúdica, colorida e com imagens com nossas crianças que estão iniciando a prática de leitura, despertamos o interesse, o conhecimento, a opinião ao mundo do letramento, propiciando assim, de forma lúdica e dinâmica, experiências diversificadas, estimulando o gosto pela leitura, enriquecendo a criatividade, o imaginário e o conhecimento.
Este livro conta a história de uma lagarta comilona que estava acabando com todas as folhas da floresta. Sentindo-se prejudicados, a Formiga, o Louva-a-Deus, o Camaleão e o Caracol decidem acabar com ela. Mas era primavera, e a lagarta tinha sumido!
Na roda de conversa apresente o livro a ser trabalhado, leia a história e faça alguns questionamentos.
De que fala a história?
Como tudo começou?
O que aconteceu depois?
Quem convocou uma reunião na floresta?
Por que os bichos se reuniram?
Trabalhe a memória dos alunos em relação à opinião dos bichos sobre a lagarta.
No final, o que os bichos descobriram sobre a lagarta?
Por que a autora deu este nome para história?
O que quis dizer com a Primavera da Lagarta?
Aproveite a história para conversar com a turma sobre a atitude dos bichos em relação à lagarta.
O que acharam? Os bichos estavam certos em perseguir a lagarta?
Os motivos que tinham eram suficientes para condená-la?
Se considerar pertinente, relacione a história a situações reais em que pessoas sofrem constrangimento enquanto alvo de zombarias e calúnias.
Montei sessenta e uma atividades sobre o livro. Querendo ver o livro e as atividades é só “dá uma espiadinha” clicando.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

OVO MEU SERÁ SEU?

Autora: Lêda Aristides Ilustradora: Naomy (Naomi) kuroda
Coleção: DO – RÉ – MI – FÁ
Editora: Scipione.

O livro de literatura escolhido desta vez é OVO MEU SERÁ SEU? De Lêda Aristides e a belíssima ilustração de Naomy Kuroda.
Espero despertar nas crianças o interesse de ouvir histórias e a partir delas instigar a imaginação.
Conto infantil que narra a história entre duas galinhas: a Galinha Choca e a Galinha Vermelha, na hora de decidir de quem eram os ovos que estavam no ninho havia muita dúvida e discussão.
Galinha Vermelha não gostava de ficar no choco, por isso todos os dias botava seus ovos no ninho da Galinha Choca. Na hora de contar os ovos, era a maior confusão, daí o nome do livro: Ovo Meu Será Seu?
O confronto de uma galinha bagunceira com outra muito organizada, numa história bem humorada e bem ilustrada, permite trabalhar temas como reprodução animal, tipos de aves, conhecer as diferenças entre as aves e outros animais, sua utilidade e características, fomentar o interesse pela pesquisa.
Permite trabalhar a leitura e escrita através de atividades que desafiem os pequenos a pensarem identificando palavras que tem pedaços (sílabas, rimas, fonemas iniciais parecidos), contando a quantidade de letras para descobrir a maior, a menor palavra, identificando a presença de palavras no interior de outras palavras, etc. E a matemática tão presente na vida dos pequenos e dei uma inovada montando atividades com  um pouquinho de inglês.
Permite ainda trabalhar o respeito pelo que é de cada um e organização, quando se convive num mesmo ambiente.
Quer conhecer o livro e as atividades é só dar uma clicadinha.

domingo, 24 de junho de 2012

QUE BICHO SERÁ QUE A COBRA COMEU?


Escritor: Angelo Machado
Ilustrador: Roger Mello
Editora: Nova Fronteira Parad
Gênero: Literatura Infantil
Ano: 1997

Prêmio Jabuti, pela Câmera Brasileira do Livro – Melhor Ilustração. Selecionado para o Projeto Cantinho da leitura da Secretaria de  Educação de Minas Gerais.
Sinopse do livro: Que Bicho Será Que a Cobra Comeu?

Que bicho será que a cobra comeu? A cobra está morta ou dormindo? Quais filhotes estão faltando? Estes são alguns dos problemas que preocupam os personagens do livro, cujo principal objetivo é aguçar a curiosidade das crianças nessa idade em que, como pequenos cientistas, gastam grande parte de sua energia na complexa tarefa de descobrir como é o mundo e para que servem as coisas.
O livro em questão incentiva as crianças a descobrirem que animal está na barriga da cobra, além de possibilitar a contagem, sendo que no decorrer da leitura os bichos contam seus filhotes para ver se está faltando algum... É uma história muito divertida e curiosa. Vale apena levar para a roda de leitura, pois abre um leque de possibilidades de trabalho significativo com os pequenos.
Escolhi este livro por que a primeira ilustração em página dupla com a imagem da cobra dormindo já vai encantar a criançada e despertar o interesse pelo livro. E, ainda em duas páginas, a imagem da pata com seus patinhos vai prender a atenção deles. Eis um livro atraente em vários aspectos. Nele, o visual e o verbal se relacionam em perfeita interação. Os pequenos serão envolvidos na história pela pergunta básica: __Que bicho será que a cobra comeu? Aguçada a curiosidade, a busca da resposta vai requerer observação visual, porque o texto verbal não irá responder. É preciso saber olhar para descobrir. A pergunta exige, além da observação, raciocínio simples, daqueles que excitam a imaginação infantil e empolgam quem for capaz de fazer a descoberta. A busca da resposta deflagra um processo eliminatório de possibilidades. Que bicho foi devorado? A pata ficou preocupada. Contou os patinhos: 1, 2, 3, 4,5. Não faltava nenhum. Essa estrutura de pergunta e contagem serão repetidas na eliminação de outras possíveis vítimas da cobra. O passarinho, a coelha, a galinha contam os filhotes. Estavam todos lá. Nenhum deles foi devorado. Então, o bicho dentro da cobra emite um som e pula. Pela imagem é que se sabe como se move o bicho dentro da devoradora e até se pode ver como ela salta de dentro dela. Só na última página vai ser esclarecido o mistério.
Vale a pena conferir. É só clicar.

domingo, 10 de junho de 2012

FOFINHO

Escritora: Teresa Noronha
Ilustradora: Sandra Aymone
Editora: Ática
Nº de páginas:24
Série: Lagarta Pintada
Ano:1991
Edição: 5ª


Este livro é fofinho mesmo! Conta a história de uma menina chamada Mariana que ganhou um presente muito especial. Um pintinho muito curioso, que resolveu chamar de Fofinho. Um dia, ele fugiu do caixote e foi para o quintal. Fofinho vivia sozinho e queria muito ter uma família. Ele encontrou um patinho e perguntou o que ele fazia. Pensou que também fosse um patinho, mas descobriu que não sabia nadar. Continuou andando e viu um cachorro. Aí, tentou latir, mas percebeu que também não era um cachorro. Assim fez com uma abelha e até com um balde! Cansado, e parou de fazer perguntas. Até que um dia achou um animal muito interessante. Será que ele encontrou sua família?
Fofinho é um pintinho em busca de sua identidade. Ao longo de sua busca, Fofinho conhece vários outros animais até que finalmente descobre quem é.
Com este
livro montei algumas atividades. Espero que gostem e utilizem com suas crianças, com certeza elas irão gostar muito.

Momentos de aprendizagem fofinha para vocês!

quinta-feira, 7 de junho de 2012


Título da obra: Os Primeiros Voos do Menino

Autor: Elias José
Ilustração: Daisy Startari
Ano publicação:1986
Nº de página:15
Coleção: Puxa – Puxa

Sinopse - Os Primeiros Voos do Menino - Elias José

O experiente autor Elias José faz uma viagem no universo infantil para mostrar que cada gesto, cada desenho, cada fala de uma criança tem um significado. Os pais ou responsáveis e os professores devem saber acolher e valorizar essas habilidades, isso contribuirá para formar uma pessoa segura, ciente de seus objetivos.
Assim é a história de Marcelinho, suas descobertas e sua imaginação, que tem asas, e assim sai conjugando o que vê e o que sonha numa prazerosa viagem pelo imaginário. Seus achados com a língua portuguesa, seus desenhos com letras são a prova de que a educação pode ser gostosa e divertida. As imagens de Daisy Startari reforçam a importância da criação na construção do saber
infantil.
Mergulhar nesta história cheia de descobertas é realmente um prazer! Deixar-se vencer pela imaginação e seguir seu curso torna a todos criança outra vez, e essa experiência é mágica e repleta de gostosuras!

OBS: não se esqueça de colocar para as crianças que com a reforma ortográfica “voo” perdeu o acento.

Colegas estou postando este livro encantador! Fiz algumas atividades, espero que gostem!

Voem numa grande viagem de aprendizagem!

sábado, 2 de junho de 2012

A CIGARRA E O GRILO

Olá colegas!
 
Estou postando algumas atividades sobre o livro A Cigarra e o Grilo, o passo a passo da aula. Sabemos que a alfabetização é um processo de construção de hipótese sobre o funcionamento e as regras de geração do sistema alfabético de escrita; por isso, a estratégia necessária para o aluno se alfabetizar não é a memorização, mas a reflexão sobre a escrita. Isto quer dizer que o sistema alfabético de escrita é um conteúdo complexo, e para compreendê-lo não basta memorizar infinitas famílias silábicas, é preciso um processo sistemático de reflexão sobre suas características e sobre o seu funcionamento. As crianças se alfabetizam à medida que são convidadas a escrever e a ler, mesmo quando anda não o fazem convencionalmente. Reconhecer a natureza conceitual do processo de alfabetização e a necessidade de a língua entrar na escola da mesma forma que existe vida afora é condição para planejar boas situações de aprendizagem.
Categoria: Literatura Infanto-Juvenil
Autor: Lucia Pimentel Goes
Ilustradora: Naomy Kuroda
Coleção Escadinha. Série dois graus
Editora: Do Brasil
Edição: 1a
Acabamento: Brochura
Formato: Pequeno
Ano: 1986
Páginas: 24
Sinopse: A cigarra, muito feliz, vivia cantando, alegrando a natureza. Cantava de noite e de dia, no verão e no inverno. As formigas achavam que a cigarra era preguiçosa. Certo dia, a cigarra vai pedir comida na casa da formiga, e esta, muito contrariada, bate-lhe a porta na cara. Mas a cigarra não desiste resolve ir para a floresta e encontra o parceiro ideal para sua cantoria: o grilo, ela junta-se a ele. O que fará para continuar a cantoria? Com ilustrações coloridas, o livro apresenta diversos instrumentos da orquestra.
Boas situações de aprendizagem!!

terça-feira, 8 de maio de 2012

A BORBOLETA E O GRILO


Título: A BORBOLETA E O GRILO.
Autor: Gerusa Rodrigues Pinto.
Ilustrador: Hugo Mattos da Silva
Editora: FAPI LTDA
Ano: 2005
Coleção: Encanto e Ternura.

 A borboleta e o grilo é um livro de Gerusa Rodrigues Pinto com ilustrações encantadoras de Hugo Mattos da Silva.
O livro conta a história da borboleta Leleta e do grilo Cricri, que encantado com a beleza da borboleta quer saber se ela sempre foi bonita assim e a borboleta pacientemente explica toda a sua história.
Além disso, as atividades são desafiadoras e promovem a ação mental dos alunos.  Esse trabalho de leitura tem como objetivo familiarizar as crianças com os livros e estimular o hábito e o interesse pela leitura, buscando cativar e atrair os alunos para terem mais intimidade com o mundo da leitura.
A borboleta e o grilo nos deixa claro a importância que cada indivíduo representa no todo, é importante para trabalharmos o respeito e o cuidado que devemos ter com o meio ambiente e com os seres vivos. Este tema provoca bastante interesse e curiosidade nas crianças.
Enfim, esse livro é de grande valia para a construção de novos conhecimentos, bem como para a ampliação de muitos outros. Dessa forma, a vida também, muitas vezes, pode ser comparada a uma metamorfose, pois no dia-a-dia, as pessoas, a natureza e o próprio mundo sofrem grandes e pequenas mudanças que podem ser significativas e fazer parte da história. Esse Livro é excelente para trabalhar a mudança, a idealização dos sonhos e do aperfeiçoamento!
Podemos ser melhores a cada dia!!!
Pode-se ressaltar ainda, a admiração de muitos artistas, músicos e poetas em relação a este tema tão encantador.
Montei o Projeto e varias atividades espero ter contribuído! Muita imaginação e criatividade! Viajem para todos os jardins e todas as áreas do Currículo, não se esqueça de dar uma olhadinha no Planejamento.

terça-feira, 1 de maio de 2012

LIVRINHO


Reconhecer a importância da literatura infantil e incentivar a formação do hábito de leitura na idade em que todos os hábitos se formam, isto é, na infância, é o que este blog propõe. Neste sentido, a literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa. A importância de ouvir histórias e do contato da criança desde cedo com o livro desenvolve o hábito de ler.
A leitura frequente ajuda a criar familiaridade com o mundo da escrita. A proximidade com o mundo da escrita, por sua vez, facilita a alfabetização e ajuda em todas as disciplinas, já que o principal suporte para o aprendizado na escola é o livro didático. Ler também é importante porque ajuda a fixar a grafia correta das palavras.
Quem é acostumado à leitura desde bebezinho se torna muito mais preparado para os estudos, para o trabalho e para a vida. Isso quer dizer que o contato com os livros pode mudar o futuro dos seus alunos. Parece exagero? Nos Estados Unidos, por exemplo, a Fundação Nacional de Leitura Infantil (National Children's Reading Foundation) garante que, para a criança de 0 a 5 anos, cada ano ouvindo historias e folheando livros equivale a 50 mil dólares a mais na sua futura renda.
Encontrei este livrinho na internet. Mas n ão encontrei os autores se encontrarem me enviem. Preparei algumas atividades com esses graciosos personagens.

sábado, 28 de abril de 2012

O DRAGÃO DAS MIL FLORES

Título:  O Dragão das Mil Flores: Um livro sobre ser diferente.

Autora: História Original e ilustração de Nicoleta Costa.

Tradução de Cristina Soeiro

Edição: 2ª

Editora: Marus Editores

Ano: 2003

Coleção: Biblioteca de Valores.

País de publicação: Portugal

O DRAGÃO DAS MIL FLORES é um livro sobre ser diferente de Nicoleta Costa e traduzido por Cristina Soeiro é um dos contos internacionais que constituem a obra Biblioteca de Valores de Portugal, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada  divulga  uma coleção que orienta as crianças sobre a importância do bom comportamento e tem como objetivo motivar  a criança para o livro e a leitura bem como  valorizar a individualidade e a  diferença, é uma história destinada a criança dos três aos oito anos.
O livro conta a história de um dragãozinho que andava triste, porque não conseguia deitar fogo pela boca, como acontece com todos os outros dragões. Parte à procura de quem o ensine a cuspir fogo e acaba por encontrar uma bruxa bondosa e simpática, que lhe promete uma solução mágica para o seu problema. Depois de várias tentativas, ele começa a deitar lindas flores pela boca. O pequeno dragão preocupa-se por ser diferente dos outros dragões, mas aprende a aceitar-se como é e aproveitar o melhor possível as suas capacidades.
Através de atividades diversificadas e de questionamento exemplo: acham que um dragão que solta  flores pela boca será aceito?   O que vai acontecer a seguir? E por que razão o dragãozinho têm tantas flores? Seguidos de atividades, dramatização, de expressão plástica, a criança é convidada a descobrir a ”diferença“ deste conto.

sábado, 17 de março de 2012

O CARACOL VIAJANTE

Pesquisas do mundo todo mostram que a criança que lê e tem contato com a literatura desde cedo, é beneficiada em diversos sentidos: ela aprende melhor, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral. Por meio da leitura, a criança desenvolve a criatividade, a imaginação e adquire cultura, conhecimentos e valores.
Desde pequenas, as crianças devem se sentir motivadas a ler. Elas precisam perceber a leitura como um desafio interessante e prazeroso.
Este livro conta a história de um caracol muito interessante. Um caracol que gosta muito de viajar e demora muito para chegar aonde ele quer ir. A vida do caracol Rodolfo é uma grande viagem. Vencendo as dificuldades, ele trilha seu caminho com paciência, coragem, encantamento e fazendo amigos.  Escrito por Sônia Junqueira e ilustrado por Michele é da Editora Ática. Este livro é muito lindo porque o caracol viajante ensina que cada um faz seu próprio caminho.
Portanto, cabe ao professor:
Oportunizar aos alunos o convívio diverso e intenso em situações de leitura e escrita, a fim de aumentar o letramento e facilitar assim o processo da alfabetização dos alunos;
Ser parceiro dos alunos encorajando-os a falar e escrever as suas ideias (desejos, tristezas, alegrias) para conhecer o nível conceitual, leitura de mundo e suas dificuldades, intervindo adequadamente, quando necessário, os fazendo avançarem; confira as atividades, desenvolvidas especialmente para ajudar você a despertar em seus alunos o gosto pelos livros e garantir que eles consigam ler e entender os mais diversos tipos de texto. BOA LEITURA!
Quer ver as atividades clique aqui.